Alinhamento/Balanceamento/Rodízio

  • Conheça seu Pneu

    Tudo que você quer saber sobre os pneus MICHELIN, em um só lugar.

  • Segurança e Manutenção

    Dicas essenciais para uma direção segura e a maior durabilidade dos pneus.

  • Tecnologia e Inovação

    Conheça as tecnologias exclusivas e as pesquisas revolucionárias MICHELIN.

  • Promoção

    Fique por dentro das promoções e veja quem já faturou prêmios!

Você sabe a diferença entre alinhamento e balanceamento? E o rodízio de pneus, você sabe como funciona?

Clique nos itens abaixo e descubra!

O QUE É?
  • ALINHAMENTO
  • BALANCEAMENTO
  • RODIZÍO
  • Um aspecto muito importante que você deve cuidar sempre na manutenção do seu carro é o alinhamento. Alinhamento é o processo de regulagem dos ângulos da direção e suspensão do veículo. Basicamente são três ângulos a serem verificados no alinhamento: convergência/divergência, câmber e cáster. O alinhamento do veículo ajusta os ângulos das rodas, mantendo-a perpendiculares ao solo e paralelas entre si.

  • Balanceamento é o processo de compensação feito para equilibrar o conjunto de pneu e rodas do veículo. O balanceamento permite que a roda gire sem provocar vibrações nos veículos em determinadas velocidades.

  • Rodízio é a troca periódica de posição dos pneus nos eixos. Isso proporcionará o desgaste mais uniforme, prolongando a vida útil dos pneus e assegurando o bom comportamento do veículo.

POR QUE FAZER?
  • ALINHAMENTO
  • BALANCEAMENTO
  • RODIZÍO
  • 3 boas razões para fazer o alinhamento dos pneus constantemente, já que o objetivo é otimizar a dirigibilidade e maximizar a vida útil dos pneus:
    • Você economiza dinheiro, já que seus pneus vão durar mais;
    • A direção ficará mais leve, pois haverá menor resistência de rolamento;
    • Você terá maior controle de direção, aumentando a segurança do veículo.

  • O balanceamento é necessário para suprimir trepidações que possam ocorrer no volante do carro.
    Além disto, quando há desbalanceamento, a direção torna-se instável e ocorre um desgaste irregular dos pneus.

  • Devido às características dos veículos, como por exemplo, a tração dianteira ou traseira e os ângulos da suspensão, pneus mais gastos em uma posição do veículo e mais novos em outras podem desequilibrar o veículo em frenagens e curvas. Por isto o rodízio periódico é indispensável para fazer os pneus se desgastarem de maneira homogênea e manter o equilíbrio do veículo em todas as situações, melhorando a segurança.

COMO PERCEBER ALGUM PROBLEMA?
  • ALINHAMENTO
  • BALANCEAMENTO
  • RODIZÍO
  • Veículos com ângulos da suspensão e direção incorretos podem apresentar problemas de comportamento e de segurança.
    Além disto, um alinhamento irregular causa um maior desgaste ao pneu e pode causar danos à suspensão, direção e rodagem.
    Os principais sintomas da necessidade de se fazer um alinhamento corretivo são:
    • A direção do veículo puxa para um lado ou o veículo tende a ir para um lado quando está em linha reta;
    • Os pneus fazem barulho nas curvas;
    • O volante não está centralizado quando o veículo está em linha reta.
    Nestes casos, você deve refazer o alinhamento mesmo que ele tenha sido feito a pouco tempo, para conservar os pneus e manter a segurança do veículo.

  • A maneira mais comum de perceber um veículo com pneus desbalanceados é quando o motorista sente trepidação no volante - ou às vezes vibrações no veículo todo – ao alcançar velocidade média de 60 km/h.
    Porém, quando os pneus do eixo trativo e dos eixos auxiliares está desbalanceado, é mais difícil perceber as vibrações. Por este motivo é necessário balancear todas as rodas com frequência.

  • É importante verificar periodicamente o estado dos pneus, mesmo na parte interna. Se percebemos nesta verificação que os pneus do eixo dianteiro estão um pouco mais gastos que os pneus traseiros ou vice e versa, devemos fazer o rodízio dos pneus entre os eixos.
    Se os pneus de um lado do veículo estão desgastando mais do que o outro lado, devemos inverter os lados dos pneus para conservá-los por mais tempo e uniformizar o desgaste em todas as posições.
    Se os dois fatores ocorrem ao mesmo tempo, devemos fazer um rodízio em "X" para equilibrar os desgastes dos pneus.
    Assim conservamos o equilíbrio do veículo quanto à aderência preservando a segurança na direção.

QUANDO FAZER?
  • ALINHAMENTO
  • BALANCEAMENTO
  • RODIZÍO
  • Se você percebe que seu carro puxa para a direita ou esquerda quando você libera o volante por um curto período de tempo, você precisa verificar o alinhamento do seu veículo.
    E também:
    • Em todas as revisões periódicas estipuladas pelo fabricante do veículo ou pelo menos a cada 7000 quilômetros;
    • Sempre após um impacto forte contra buracos, pedras, guias ou outros objetos, em caso de choque do pneu com uma calçada ou mesmo em acidentes mais graves como uma batida;
    • Sempre que houver a substituição de algum elemento da suspensão ou da direção;
    • Toda vez que notar algum comportamento estranho no veículo, tendendo a ir mais para um lado ou com dificuldade de se manter na trajetória;
    • Quando forem verificados desgastes irregulares nos pneus;
    • Sempre que houver substituição de pneus.

  • Se você percebe que o seu volante vibra ou o seu carro apresenta barulhos em determinadas velocidades, você precisa verificar o balanceamento das rodas do seu veículo.
    E também:
    • Sempre que houver substituição de pneus;
    • Sempre que for efetuado conserto em pneus ou câmaras;
    • Por ocasião de vibrações no volante ou guidão;
    • Sempre que houver substituição de elementos do conjunto rodante – por exemplo: pastilhas de freios, rolamento da roda, peças da suspensão, etc;
    • Para conjuntos de bicicletas ou motocicletas que tenham rodas com raios. Neste caso, verifique periodicamente a tensão e o estados deles;
    • A cada 10 mil quilômetros rodados.

  • O rodízio deve ser realizado preventivamente em todas as revisões periódicas determinadas pelo fabricante do veículo ou a cada 10.000 km, em função da recomendação do fabricante do veículo contida no Manual do Proprietário ou da forma de desgaste dos pneus observada.

O QUE PREVINE?
  • ALINHAMENTO
  • BALANCEAMENTO
  • RODIZÍO
  • Na maioria dos veículos, o alinhamento previne:
    • O desgaste irregular dos pneus, aumentando a sua vida útil;
    • O aumento do atrito do pneu no solo, contribuindo para a economia de combustível do veículo;
    • O deslocamento do veículo, melhorando a dirigibilidade e a segurança.

  • O balanceamento nas quatro rodas é absolutamente essencial para o conforto na condução e na manutenção do desempenho dos pneus.
    Ele é importante para evitar o desgaste prematuro dos pneus e dos componentes da suspensão e da direção.
    As consequências da não realização do balanceamento ou de um procedimento mal feito nas rodas dianteiras e traseiras se materializam por vibrações, seja no volante, no piso do carro, no painel de instrumentos ou nos assentos, em distintas faixas de velocidades.

  • Os desgastes acentuados de alguns pneus do veículo, evitando a troca prematura de um ou dois pneus somente. Pneus mais gastos desequilibram o veículo e trazem problemas de comportamento e aderência.