CADASTRE-SE PARA CONHECER AS NOSSAS
NOVIDADES DAS COMPETIÇÕES

FIQUE POR DENTRO

PORSCHE
GT3 CUP
BRASIL

A Porsche GT3 Challenge Cup Brasil surgiu em 2005 como um evento monomarca, no qual apenas Porsches do modelo GT3 competem. Ela veio com moldes europeus porque esse estilo de competição é raro no País. Entretanto sua filosofia é brasileira na igualdade da competição, com apenas uma equipe preparando os carros.

Desde 2017, os pneus MICHELIN Porsche Cup N2 são usados com exclusividade para o desenvolvimento dos carros e vêm quebrando inúmeros recordes. São seis etapas de Sprint, um circuito menor com rodadas duplas de 25 minutos cada (com uma volta extra) e três etapas de Endurance, com provas de 3 a 5 horas, nas quais os pilotos aceleram em duplas ou trios.

O formato da temporada de 2018 repete o modelo bem-sucedido dos últimos dois anos. Também será mantida a etapa da pista argentina de Termas de Río Hondo, que confere status internacional à principal categoria de Gran Turismo do continente. O ano de 2018 ainda marca a estreia da nova versão 911 GT3 Cup, ou a chamada geração “911”, que sai de fábrica com motor 4.0 e freios ABS. Por conta disso, teremos uma reformulação do regulamento desportivo da categoria, com novas regras e sistema de pontuação.

1ª ETAPA

23 e 24/3/2018

CURITIBA

Sprint

2ª ETAPA

13 E 14/4/2018

INTERLAGOS

Sprint

3ª ETAPA

11 E 12/5/2018

INTERLAGOS

Sprint

4ª ETAPA

8 E 9/6/2018

TERMAS DE RÍO HONDO

Sprint

5ª ETAPA

27 E 28/7/2018

INTERLAGOS

Endurance

6ª ETAPA

14 E 15/9/2018

VELO CITTÀ

Sprint

7ª ETAPA

12 E 13/10/2018

GOIÂNIA

Endurance

8ª ETAPA

9, 10 E 11/11/2018

INTERLAGOS (F1)

Sprint

9ª ETAPA

23 E 24/11/2018

INTERLAGOS

Endurance

NOTÍCIAS

Vem ai Porsche cup 2018!

Vem aí a Porsche GT3 Cup 2018! A Michelin é fornecedora oficial de pneus!

Em ano de estreia de um carro novo, categoria repete a fórmula com três etapas de Endurance e seis de Sprint, etapa internacional e a tradicional preliminar do GP Brasil de F1.

Os carros de corrida mais produzidos no planeta já têm datas e locais definidos para acelerar.A temporada 2018 começa nos dias 23 e 24 de março em Curitiba-PR, com a primeira jornada de sprint do calendário.

Assim como no ano passado, os carros da Porsche Império GT3 Cup terão calçados de gala em 2018. A principal categoria de Gran Turismo da América do Sul compete com pneus MICHELIN.









A Michelin é a fornecedora oficial da Porsche Supercup e de outras séries que competem com os carros de corrida mais produzidos no planeta, há mais de uma década. O formato da temporada 2018 segue o modelo bem-sucedido dos últimos dois anos, com seis etapas de sprint (com rodadas duplas de 25 minutos mais uma volta) e três de endurance (com provas de três a cinco horas e os pilotos acelerando em duplas ou trios).

Também está mantida a etapa na charmosa e desafiadora pista argentina de Termas de Río Hondo, mais uma vez conferindo status internacional à principal categoria de Gran Turismo do continente.

Outra tradição que segue intacta para este ano é a preliminar do GP Brasil de F1 em Interlagos, encerrando o campeonato de sprint. A Porsche Cup faz o evento suporte da F1 no Brasil desde 2005 ininterruptamente. Mas não faltam novidades para 2018, começando pelo principal protagonista da categoria: o Porsche. Neste ano estreia a nova versão do 911 GT3 Cup, a chamada geração “991-II”, que sai de fábrica com motor 4.0 e tem freios com sistema ABS.

Outra novidade é Junior Program, que vai premiar pilotos de 16 a 24 anos de idade com expressivos subsídios para a temporada 2018. A temporada também vai marcar uma mudança no regulamento desportivo da categoria, como decorrência da chegada dos novos carros –as novas regras, bem como o sistema de pontos.

Lico Kaesemodel implode o recorde da pista de Curitiba e é o primeiro pole da história da Porsche Império Carrera Cup

Fonte da informação: Jornalista Luis Ferrari (Assessoria de imprensa da Porsche Cup)

Aos 16 anos de idade, Marcel Coletta é o mais jovem pole da história, pela Carrera Cup 3.8; na GT3 Cup Sylvio de Barros larga na frente com os carros 4.0 e Marco Billi com o 3.8.

Os novos Porsche 911 GT3 Cup da geração 991/2 estrearam em altíssima velocidade na abertura do campeonato em Curitiba. Melhor para o campeão de 2016 Lico Kaesemodel, que garantiu mais uma pole em casa e de quebra estabeleceu o novo recorde do circuito, com 1min19s203.

A marca é 1s4 mais veloz que o recorde anterior na capital paranaense. Na Carrera Cup 3.8, que compete com os carros usados pela classe Cup até 2017, os protagonistas da tomada de tempo também andaram abaixo do antigo melhor tempo no Paraná.









Quem prevaleceu foi Marcel Coletta. O terceiro colocado na seletiva do Porsche Junior Program registrou 1min20s134 e, aos 16 anos de idade, é agora o mais jovem pole da história da categoria dos carros de corrida mais produzidos no mundo.

A tomada de tempo da GT3 Cup 4.0 foi a mais emocionante do dia. Sylvio de Barros levou um susto com alarme de perda de pressão de um dos pneus Michelin de seu carro, voltou para o box e teve apenas uma tentativa para desbancar a marca de Maurizio Billi. Virou em 1min19s577 e levou para casa a primeira pole com os novos carros em sua categoria.

Já Marco Billi não deixou a chance escapar. Se seu pai foi superado por Sylvio no trecho final do quali, Marco foi responsável pela emocionante reviravolta na tomada da GT3 Cup 3.8. Chico Horta vinha com a pole provisória, mas o competidor do carro #83 estava determinado a buscar sua primeira largada na posição de honra. Cravou 1min22s678 e vai encabeçar o grid da divisão de entrada.

A primeira prova do fim de semana, da Carrera Cup, tem largada prevista para as 10h04. Na sequência, entram na pista os pilotos da GT3 Cup, às 10h52. Já as segundas corridas de cada classe acontecem às 13h05 (Carrera Cup) e às 13h50 (GT3 Cup). Os canais SporTV transmitem ao vivo as primeiras corridas de cada classe neste sábado. Já as provas finais serão exibidas no domingo, em horário a definir.


As classificações

Carrera Cup 4.0

Edu Azevedo e JP Mauro logo marcaram suas voltas em 1min20s. Diversos pilotos passaram a chegar em tal tempo, até Lico Kaesemodel assumiu a primeira colocação, com 1min19s988.

Com metade da classificação, os competidores passaram a se revezar na liderança, cada um virando mais rápido do que o outro durante as voltas. A disputa estava tão acirrada, que os oito pilotos tinham suas melhores marcas dentro do mesmo segundo.

Nos minutos finais, Werner Neugebauer, Kaesemodel e Marçal Müller começaram a ganhar destaque na classificação. Até que Kaesemodel, piloto da casa, deixou os concorrentes para trás ao cravar o tempo de 1min19s203. Com pouco mais de dois minutos para o fim da atividade, Edu Azevedo saiu da pista e ficou parado na caixa de brita. Assim, o treino foi interrompido com bandeira vermelha.

Após alguns minutos, a atividade foi retomada, mas ninguém conseguiu superar Kaesemodel. Completaram o top5: Werner Neugebauer, Marçal Müller, Pedro Queirolo e Constantino Jr.

Carrera Cup 3.8 A classificação da Carrera Cup 3.8 começou com a pergunta sobre quem levaria a melhor: os novatos ou os pilotos mais experientes?

Logo no início da atividade, William Starostik começou a dar a resposta ao ser o primeiro a entrar na marca de 1min21, com o tempo de 1min21s873.

Mas a situação mudaria logo, com outro novato em destaque: Marcel Coletta. O competidor mostrou rapidez e velocidade para marcar 1min20s791 e assumir a ponta. O já experiente Fernando Fortes veio na sequência, ao cravar 1min21s062, seguido por Eloi Khouri no carro #21.

Com pouco mais de cinco minutos de treino, Tom Filho deixou a pista e ficou parado na brita. Dessa maneira, a atividade foi interrompida.

Logo na retomada, o vencedor da seletiva do Junior Program, Vitor Baptista, conseguiu a melhor marca, com 1min20s504. Mas Gaetano di Mauro superou a marca na sequência, com 1min20s257. A situação não durou tanto, já que Marcel baixou o tempo para 1m20s134. Apesar de alguns pilotos diminuírem a diferença, ele manteve a ponta até o fim.

Entre os cinco primeiros, todos novatos. Entre eles, apenas Gaetano não esteve no Junior Program no início do ano. Assim, o top 5 ficou com: Marcel Coletta, Gaetano di Mauro, Murilo Coletta, Vitor Baptista e Enzo Elias.

GT3 Cup 4.0

O treino classificatório da classe GT3 Cup 4.0 foi o último do dia, mas a exemplo das demais classificações não faltou emoção.

Carlos Ambrósio, Tom Valle e Sylvio de Barros logo passaram a se destacar mais. E com cinco minutos para o fim da classificação, a diferença entre os três primeiros colocados era de três milésimos. Mas a disputa não ficou apenas entre eles. Maurizio Billi e Luca Seripieri não deram sossego para os adversários e entraram na briga. Billi, então, assumiu a ponta com o tempo de 1min20s152, com apenas 0s053 de vantagem para Ambrósio.

A marca não demorou muito para ser batida. Sylvio de Barros com uma volta sem erros cravou 1min19s577. E segurou a posição de destaque até o fim da atividade, seguido por Billi, Carlos Ambrósio, Tom Valle e Luca Seripieri.

GT3 Cup 3.8

A classificação da GT3 Cup 3.8 praticamente repetiu tudo o que tinha acontecido nos treinos livres: uma disputa acirrada entre Chico Horta e Marco Billi pela primeira colocação.

Desde as primeiras atividades desta sexta-feira, os dois competidores dominaram as atividades. No classificatório, não poderia ser diferente. Chico Horta passou boa parte da classificação com a primeira colocação. O problema é que Billi ainda tinha muito a dar. Na parte final, Marco fez a melhor volta para levar a pole, com 1min22s678. Chico veio na sequência, seguido por Paulo Totaro, Patrick Choate e André Gaidzinski.

Declarações dos pilotos
“É muito bom correr em casa. O mais legal de tudo é ver que você evoluiu. Não estava liderando no primeiro treino, estava atrás meio segundo. Fomos buscando. O time todo fez um trabalho bacana. Dei duas voltas na classificação, dei uma esfriada e tinha dado P2. Então, pensei que teria de ser naquele momento. Foi tudo certo. Quando vi 1m19s2, até me surpreendi. Foi uma volta quase perfeita. Neste sábado, tem mais uma batalha. Estamos confiantes”
Lico Kaesemodel, pole na Carrera Cup 4.0

“Estou muito feliz com a pole position. Consegui me adaptar rapidamente ao carro, desde os primeiros treinos estava entre os três melhores. Fui fazendo um ajuste aqui e outro ali para ter esse resultado excelente na tomada de tempo”
Marcel Coletta, pole na Carrera Cup 3.8

“Foi um treino emocionante, não consegui rodar nas primeiras voltas e, então, veio o sinal de pneu furado no painel do carro. Vim para os boxes e trocamos o pneu. Sai aflito para fazer a volta logo antes que acabasse o treino. Fiz a volta logo na saída, não sabia se o pneu estava quente, mas estava. Deu tudo certo, estou feliz da vida. Também estou um pouco surpreso para ter marcado um tempo entre os melhores da outra categoria” Sylvio de Barros, pole na GT3 Cup 4.0

“Estou muito feliz, nem sei o que dizer. O que eu esperava era buscar a pole position mesmo. Agora, quero buscar outras e ser forte nesta temporada. A corrida vai ser difícil. Muita coisa pode acontecer. Vai ser legal, uma prova disputada”
Marco Billi, pole na GT3 Cup 3.8

Carrera Cup 4.0 – Classificação
1) Lico Kaesemodel – 1min19s203
2) Werner Neugebauer – 1min19s523
3) Marçal Müller – 1min19s579
4) Pedro Queirolo – 1min19s853
5) Constantino Jr – 1min19s912
6) JP Mauro – 1min19s996
7) Miguel Paludo – 1min20s102
8) Edu Azevedo – 1min20s310

Carrera Cup 3.8 – Classificação
1) Marcel Coletta – 1min20s134
2) Gaetano di Mauro – 1min20s220
3) Murilo Coletta – 1min20s305
4) Vitor Baptista – 1min20s401
5) Enzo Elias – 1min20s626
6) Eloi Khouri – 1min20s637
7) Bruno Baptista – 1min20s666
8) Matheus Coletta – 1min20s850
9) Fernando Fortes – 1min20s864
10) Marcus Vario – 1min20s900
11) William Starostik – 1min21s056
12) Kreis Jr – 1min21s466
13) Rodrigo Mello – 1min21s534
14) Tom Filho – 1min21s585
15) Pedrinho Aguiar – 1min22s598

GT3 Cup 4.0 – Classificação
1) Sylvio de Barros – 1min19s577
2) Maurizio Billi – 1min20s152
3) Carlos Ambrósio – 1min20s205
4) Tom Valle – 1min20s228
5) Luca Seripieri – 1min20s303
6) Adalberto Baptista – 1min20s462
7) Rodolfo Toni – 1min20s790
8) Rouman Ziemkiewicz – 1min21s185
9) Guilherme Reischl – 1min21s357
10) Dominique Teysseyre – 1min21s686
11) Márcio Mauro – 1min22s662

GT3 Cup 3.8 – Classificação
1) Marco Billi – 1min22s678
2) Chico Horta – 1min22s926
3) Paulo Totato – 1min23s327
4) Patrick Choate – 1min23s765
5) André Gaidzinski – 1min24s329
6) Alexandre Auler – 1min25s977
7) Sangho Kim – 1min29s351

Cronograma (atividades oficiais):
Sábado, 24 de Março

10:04 – Corrida 1 (25 min + 1 volta) – CARRERA CUP
10:52 – Corrida 1 (25 min + 1 volta) – GT3 CUP
13:05 – Corrida 2 (25 min + 1 volta) – CARRERA CUP
13:50 – Corrida 2 (25 min + 1 volta) – GT3 CUP

Constantino Jr é o quarto vencedor em quatro corridas e assume a liderança na Porsche Império Carrera Cup 4.0

Fonte da informação: Jornalista Luis Ferrari (Assessoria de imprensa da Porsche Cup).

Miguel Paludo triunfa na primeira prova do dia, com Gaetano di Mauro e Fernando Fortes vencendo na Carrera Cup 3.8; na GT3 Cup Sylvio de Barros leva uma e Tom Valle outra com os carros 4.0, enquanto na 3.8 as vitórias ficam com Paulo Totaro e Alan Turres

Os carros de corrida mais produzidos no planeta promovem em 2018 uma raríssima alternância de vencedores. Considerando as quatro divisões da Porsche Império Carrera Cup e Porsche Império GT3 Cup, apenas Sylvio de Barros repetiu vitórias na temporada. Em todas as outras divisões foram quatro vencedores diferentes em quatro corridas.

Não por acaso, os mais experientes competidores do grid figuram no topo das tabelas de pontos após um terço do campeonato de sprint realizado.










Na Carrera Cup 4.0 o dia foi de Constantino Junior, o quarto vencedor da divisão em quatro provas no ano. O bicampeão colocou o carro #00 no alto do pódio da corrida 2 e, favorecido pela combinação de resultados e pelo fato de ter terminado todas as provas bem nos pontos assumiu a liderança no campeonato.

A primeira prova do dia foi vencida com autoridade por Miguel Paludo. O campeão overall de 2017 conseguiu um Grand Chelem –pole, liderança de todas as voltas e a melhor volta da prova. Agora a máquina #7 da Brandt está em terceiro lugar no campeonato. Entre Paludo e Constantino aparece Marçal Müller.

A disputa na Carrera Cup 3.8 foi duríssima nas duas corridas. Pela manhã Gaetano di Mauro prevaleceu largando da pole. Mas na prova 2 quem viu a bandeira quadriculada primeiro foi Fernando Fortes e o carro #32 –após segurar com muita habilidade o assédio do jovem representante da Shell Racing nas voltas finais. Em primeiro lugar no campeonato permanece Vitor Baptista, o vencedor da primeira edição do Porsche Junior Program tem 100% de pódios e lidera o campeonato com quatro pontos de vantagem sobre Fortes.

Na Porsche Império GT3 Cup novamente o dia foi de Sylvio de Barros. O competidor do carro #5 –que vinha de duas vitórias em Curitiba na jornada de abertura do campeonato–, foi cerebral na primeira prova e acabou favorecido no final ao ver seu terceiro lugar virar vitória após disputa entre Adalberto Baptista e Luca Seripieri acabar com os dois fora da pista.

Na prova 2, o pupilo de Cacá Bueno pressionou Tom Valle até o final, mas teve que se contentar com o segundo lugar atrás do carro #99. O domínio é refletido na pontuação: tem 29 tentos de vantagem sobre Adalberto.

Pela classe de entrada, a GT3 Cup 3.8, Paulo Totaro venceu pela primeira vez no evento na prova da manhã. Ele sustentou a dianteira na classificação. À tarde, prevaleceu Alan Turres, que nem sequer havia feito os treinos na véspera e mostrou grande adaptação ao carro.

A próxima etapa da Porsche Império Carrera Cup acontece novamente em Interlagos, no dia 12 de maio.


As corridas

Carrera Cup - 1

A largada da primeira prova do fim de semana mostrou os pilotos muito tranquilos e se respeitando. Apesar de muitos se espalharem pela pista, nenhum deles forçou a barra. Assim, os três primeiros colocados das duas classes mantiveram suas posições: Miguel Paludo, Ricardo Baptista e Marçal Müller, na Carrera Cup 4.0, e Gaetano di Mauro, Eloi Khouri e Marcus Vario, na Carrera Cup 3.8.

Já nas curvas seguintes, Werner Neugebauer buscou a ultrapassagem em cima de Marçal, e os dois espalharam na pista. Melhor para Lico Kaesemodel, que pulou para o terceiro lugar. Na sequência, Pedro Queirolo rodou na subida do Laranjinha e acabou tocado por Marçal.

Apesar de ter se mantido na segunda posição na largada, Eloi Khouri passou a perder rendimento na Carrera Cup 3.8. Assim Gaetano seguia na frente, agora seguido por Marcus Vario, Vitor Baptista e Marcel Coletta. Já Fernando Fortes, sétimo na prova, liderava a classe Sport.

Após cinco minutos de prova, Miguel Paludo se mantinha na liderança da Carrera Cup 4.0, com um pouco mais de dois segundos de diferença para Ricardo Baptista. Lico Kaesemodel vinha logo depois. Em boa disputa pela terceira colocação na Carrera Cup 3.8, Marcel Coletta conseguiu a ultrapassagem em cima de Vitor Baptista ao fim da reta principal. Um pouco depois, Marcel ainda deixou Marcus Vario para trás, chegando ao segundo posto.

Com dez minutos para o término da corrida, Miguel Paludo seguia com boa vantagem na ponta da Carrera Cup 4.0. Já Ricardo Baptista sofria muita pressão de Lico Kaesemodel na briga pelo segundo posto. Na Carrera Cup 3.8, Gaetano di Mauro também se mantinha na liderança com certa tranquilidade. Depois, vinham Marcel Coletta e Marcus Vario. O líder da Sport era Fernando Fortes, sexto no geral na classe.

Faltando cinco minutos, Lico Kaesemodel superou Ricardo Baptista para chegar ao segundo posto na Carrera Cup 4.0. No meio do pelotão, uma boa disputa pelo sexto lugar entre JP Mauro, Marçal Müller e Constantino Jr. Disputas acirradas também na Carrera Cup 3.8: entre Marcus Vario e Bruno Baptista, pela terceira posição, e entre Fernando Fortes e Vitor Baptista, pelo quinto posto.

Alheio às brigas, Miguel Paludo seguiu tranquilo até o fim para sair com a vitória na Carrera Cup 4.0, com Lico Kaesemodel, Ricardo Baptista, Werner Neugebauer e Daniel Schneider completando o top 5. Após a prova, Neugebauer acabou desclassificado por atitude antidesportiva. Na Carrera Cup 3.8, triunfo de Gaetano di Mauro, seguido por Marcel Coletta, Marcus Vario, Bruno Baptista e Vitor Baptista. Sexto colocado no geral da classe, Fernando Fortes foi o vitorioso na Sport.

GT3 Cup - 1

Em mais uma largada limpa, Luca Seripieri se destacou na GT3 Cup 4.0. O piloto logo pulou do terceiro para o primeiro lugar. Mas a posição não foi mantida por muito tempo. Adalberto Baptista, que tinha obtido a pole position e largou mais atrás por conta de uma posição imposta na primeira etapa do calendário, mostrou que vinha em um fim de semana inspirado e logo foi ao primeiro lugar. Na GT3 Cup 3.8, Marco Billi pulou para primeiro logo no início. Na sequência, vinha o então líder do campeonato Paulo Totaro. O pole Alexandre Auler caiu para o quinto posto. O Safety Car logo entrou na pista por conta de toque entre alguns competidores no meio do pelotão. Pior para Guilherme Reischl e Rodolfo Toni. Logo após a saída do carro de segurança, Carlos Ambrósio, da classe 4.0, tocou em Marco Billi, da 3.8, e os dois saíram da pista. Billi liderava sua categoria. Novamente, Safety Car na pista. Assim, Paulo Totaro assumiu o primeiro posto.

Com 14 minutos para o fim, os carros relargaram. Rouman Ziemkiewicz pulou da quinta posição para o terceiro lugar na GT3 Cup 4.0. Um pouco depois, o piloto se envolveu em um toque com Maurizio Billi e Tom Valle. Novamente, carro de segurança na pista.

Sem muito ligar para todas as dipustas, Adalberto Baptista seguia na ponta da GT3 Cup 4.0, seguido por Luca Seripieri e Sylvio de Barros. Na GT3 Cup 3.8, Paulo Totaro vinha em primeiro, com Nelson Monteiro e Chico Horta logo atrás. Com cinco minutos para o fim da prova, Adalberto Baptista passou a ser pressionado por Luca Seripieri e Sylvio de Barros. Seripieri, então, logo pulou para a ponta. Faltando um pouco menos de dois minutos para o fim, os carros de Adalberto Baptista e Luca Seripieri tiveram contato, com ambos deixando a pista. Melhor para Sylvio de Barros que assumiu a liderança e manteve até o fim. Márcio Mauro e Dominique Teysseyre vieram em seguida. Na GT3 Cup 3.8, o triunfo foi de Paulo Totaro, com Chico Horta e Nelson Monteiro na sequência.

Carrera Cup - 2

Com a inversão nas seis primeiras posições no grid de largada e a punição a Werner Neugebauer, Constantino Jr ficou com a pole position na segunda prova do dia da Carrera Cup 4.0. Enquanto isso, na Carrera Cup 3.8, Fernando Fortes saiu na frente. Na largada, Constantino Jr pulou na frente, e deixou a briga logo atrás para Ricardo Baptista, JP Mauro e Lico Kaesemodel. Este último logo pulou para o terceiro lugar. Na Carrera Cup 3.8, Vitor Baptista pulou para a dianteira. Na segunda volta, Bruno Baptista ao tentar ultrapassar Marcos Vario, tocou o adversário. Sobrou também para Gaetano di Mauro e Vitor Baptista. Quem se deu bem nisso tudo foi Fernando Fortes, que reassumiu a ponta, com Gaetano, sem danos aparentes no carro, em segundo.

Depois de cinco minutos de prova, Pedro Queirolo, Miguel Paludo, Werner Neugebauer e Marçal Müller vinham em boa disputa pela quinta colocação na Carrera Cup 4.0. Tal disputa seguiu por diversos minutos, até que Marçal superou os adversários, seguido por Werner, Miguel e Queirolo. Na sequência, Werner e Marçal disputaram uma curva, e o segundo acabou rodando. Na Carrera Cup 3.8, Fernando Fortes conseguia segurar Gaetano na briga pelo primeiro lugar. Com cinco minutos para o término da corrida, Constantino Jr permanecia tranquilo na primeira posição na Carrera Cup 4.0. A disputa intensa vinha pelo segundo lugar, entre Ricardo Baptista e Lico Kaesemodel.

O resultado também tinha pouca alteração na Carrera Cup 3.8, com Fernando Fortes na frente de Gaetano di Mauro. Apesar das disputas intensas, nada foi alterado. Constantino Jr confirmou a vitória na Carrera Cup 4.0, com Ricardo Baptista, Lico Kaesemodel, JP Mauro e Miguel Paludo completando o top 5. Um detalhe: Ricardo chegou com apenas um décimo de vantagem para Lico. Na Carrera Cup 3.8, Fernando Fortes venceu, seguido por Gaetano di Mauro, Marcel Coletta, Vitor Baptista e Pedrinho Aguiar. A se destacar: Fortes também compete na classe Sport.

GT3 Cup - 2

Rouman Ziemkiewicz largou na primeira colocação na segunda prova do dia na classe GT3 Cup 4.0 por conta da inversão do grid. Já André Gaidzinski saiu na frente na GT3 Cup 3.8. Mas nenhum dos dois competidores conseguiu manter a ponta. Mais uma vez com um desempenho destacado na 4.0, Adalberto Baptista foi escalando o pelotão até chegar na liderança.

Enquanto isso, na 3.8, Alan Turres, que não participara da classificação, vinha na frente. Com dez minutos de corrida, o top 3 da GT3 Cup 4.0 tinha: Adalberto Baptista, Tom Valle e Sylvio de Barros. Já na GT3 Cup 3.8, os líderes eram: Alan Turres, Nelson Monteiro e Marco Billi. Em uma situação parecida com a primeira prova, só que com um competidor diferente envolvido, Adalberto Baptista e Tom Valle passaram a ter uma intensa disputa pelo primeiro lugar. Um pouco atrás, Sylvio de Barros apenas observava. Com um pouco mais de dois segundos de vantagem para o segundo colocado, Alan Turres seguia na frente na 3.8.

Na disputa pela ponta da GT3 Cup 4.0, com menos de quatro minutos para o fim, Tom Valle conseguiu ultrapassar Adalberto Baptista depois de diversas voltas pressionando o adversário. Um pouco depois, foi Sylvio quem superou Adalberto, que acabou abandonando faltando uma volta. Mesmo pressionado, Tom Valle garantiu a vitória na GT3 Cup 4.0, seguido por Sylvio de Barros, Maurizio Billi, Carlos Ambrósio e Rouman Ziemkiewicz. Na GT3 Cup 3.8, o triunfo foi de Alan Turres, com Nelson Monteiro, Marco Billi, Paulo Totaro e Patrick Choate completando o pódio

O que eles disseram:

“O carro é muito rápido, exigente, com um comportamento que muda conforme vai desgastando os pneus. Senti falta de alguns treinos no fim de semana. Meus companheiros treinaram na quinta aqui e em Curitiba. Lá, eu não estava me sentindo muito bem, não consegui me divertir e aprender o que deveria sobre o carro. A vitória deste sábado foi uma surpresa, não contava em me dar tão bem com o carro nessa prova, com um setup que nunca tinha usado. Estou muito feliz pela vitória e muito mais contente por ter voltado a me divertir”
Constantino Jr

“É isso: entrei no campeonato agora. Sempre pensando no campeonato, gostaria de ter terminado a segunda prova um pouco mais para frente, mas acabaram os pneus. Infelizmente, não deu para brigar mais para frente. Mas é coisa de corrida. Vamos para a próxima”
Miguel Paludo

“Agora, sim. Falei que meu campeonato começaria em São Paulo. Na primeira bateria, consegui uma segunda colocação largando de quinto, foi bom. Na segunda, o carro não se comportou como eu queria. Mas valeu. Não me envolvi em acidentes. Agora, estamos dentro”
Lico Kaesemodel

“Foi muito bom. Depois da vitória, tínhamos acertado o carro muito bem para a segunda prova. Infelizmente, no início teve uma disputa na freada. Meu carro entortou, peguei a zebra amarela. Consegui salvar o carro, mas fiquei com dificuldade para fazer as curvas para a esquerda, estava com o volante torto. Fui forçando para tentar a vitória. Foi muito bom”
Gaetano di Mauro

“É volta de classificação o tempo inteiro. Consegui não errar. Foi bem disputado o tempo inteiro. Tinha uma pequena vantagem no Mergulho, mas no Pinheirinho e no Bico de Pato, o Gaetano di Mauro tirava essa vantagem. Foi assim tempo inteiro. Até chorei na última volta quando veio a bandeirada. Foi motivo de orgulho e surpresa para mim. Estou bem feliz em disputar de igual para igual com um ‘top driver’ como o Gaetano”
Fernando Fortes

“Foi uma pena ter sido acertado logo no início da segunda prova. Vamos lutar pelos pontos, continuo em primeiro. O campeonato é curto, é tentar manter um ritmo bom. Não foi dos melhores fins de semana, carregar o lastro dificulta um pouco. Mas vamos lutar para seguir em primeiro”
Vitor Baptista

“Esse início não poderia ter sido melhor. Aqui em Interlagos, sofri um pouco com o peso e até com a pista, com o carro novo. A vitória na primeira corrida caiu no colo, por falta de combatentes. A segunda prova sabia que estava menos traseiro que os outros carros no fim. Mas o Tom Valle estava muito bem. Então, pensei que o segundo lugar seria uma boa oportunidade pensando no campeonato”
Sylvio de Barros

“A disputa com o Adalberto Baptista na segunda prova era para ver se ele errava. Nos encostamos um pouco e achei melhor me segurar. Esperei um pouco. Depois, deu para passar no fim da reta. Com o Sylvio de Barros, eu era mais rápido que ele um pouco. Não poderia errar. Funcionou bem”
Tom Valle

“Consegui manter a liderança, mais do que tudo. Independentemente da vitória na primeira prova, que foi minha primeira aqui na Porsche, consegui manter a liderança com o quarto lugar na segunda corrida. Vamos seguir, batalhar e treinar para continuar como líder do campeonato”
Paulo Totaro

“A segunda corrida foi decidida na largada. Larguei bem e soube manter a cabeça. Foi uma corrida mais de cabeça do que de performance para manter o carro na pista e não cometer erros até o fim”
Alan Turres

RESULTADOS
Carrera Cup 4.0 - 1
1) Miguel Paludo
2) Lico Kaesemodel
3) Ricardo Baptista
4) Daniel Schneider
5) JP Mauro
6) Constantino Jr
7) Marçal Müller
Não completou:
Pedro Queirolo
Desclassificado:
Werner Neugebauer

Carrera Cup 3.8 - 1
1) Gaetano di Mauro
2) Marcel Coletta
3) Marcus Vario
4) Bruno Baptista
5) Vitor Baptista
6) Fernando Fortes (S)
7) Eloi Khouri (S)
8) Murilo Coletta
9) Enzo Elias
10) Pedrinho Aguiar
11) Rodrigo Mello (S)
12) Matheus Coletta

GT3 Cup 4.0 - 1
1) Sylvio de Barros
2) Márcio Mauro
3) Dominique Teysseyre
4) Adalberto Baptista
5) Luca Seripieri
Não completaram:
Rouman Ziemkiewicz
Tom Valle
Maurizio Billi
Carlos Ambrósio
Rodolfo Toni
Guilherme Reischl

GT3 Cup 3.8 - 1
1) Paulo Totato
2) Chico Horta
3) Nelson Monteiro
4) Patrick Choate
5) André Gaidzinski
6) Alan Turres
7) Sangho Kim
8) Alexandre Auler
Não completou:
Marco Billi

Carrera Cup 4.0 - 2
1) Constantino Jr
2) Ricardo Baptista
3) Lico Kaesemodel
4) JP Mauro
5) Miguel Paludo
6) Werner Neugebauer
7) Pedro Queirolo
8) Marçal Müller
Não participou:
Daniel Schneider

Carrera Cup 3.8 - 2
1) Fernando Fortes (S)
2) Gaetano di Mauro
3) Marcel Coletta
4) Vitor Baptista
5) Pedrinho Aguiar
6) Enzo Elias
7) Bruno Baptista
8) Marcus Vario
9) Matheus Coletta
10) Rodrigo Mello (S)
Não completaram:
Eloi Khouri (S)
Murilo Coletta

GT3 Cup 4.0 - 2
1) Tom Valle
2) Sylvio de Barros
3) Maurizio Billi
4) Carlos Ambrósio
5) Rouman Ziemkiewicz
6) Guilherme Reischl
7) Rodolfo Toni
8) Dominique Teysseyre
9) Adalberto Baptista
10) Luca Seripieri
Não completou:
Márcio Mauro

GT3 Cup 3.8 - 2
1) Alan Turres
2) Nelson Monteiro
3) Marco Billi
4) Paulo Totato
5) Patrick Choate
6) André Gaidzinski
7) Chico Horta
8) Sangho Kim
Não completou:
Alexandre Auler

Campeonatos

Carrera Cup 4.0
1) Constantino Jr 62 pontos
2) Marçal Müller 58
3) Miguel Paludo 48
4) Pedro Queirolo 45
5) Werner Neugebauer 44
6) JP Mauro 44
7) Lico Kaesemodel 36
8) Ricardo Baptista 36
9) Daniel Schneider 16

Carrera Cup 3.8
1) Vitor Baptista 68 pontos
2) Fernando Fortes 64
3) Marcus Vario 62
4) Gaetano di Mauro 53
5) Marcel Coletta 48
6) Murilo Coletta 45
7) Bruno Baptista 40
8) Pedrinho Aguiar 34
9) Rodrigo Mello 27
10) Eloi Khouri 25
11) Kreis Jr 24
12) Matheus Coletta 24
13) Enzo Elias 20
14) Tom Filho 12
15) William Starostik 7

Carrera Cup 3.8 Sport
1) Fernando Fortes 44
2) Rodrigo Mello 29
3) Eloi Khouri 23
4) Kreis Jr 18
5) Tom Filho 10

GT3 Cup 4.0
1) Sylvio de Barros 82 pontos
2) Adalberto Baptista 53
3) Maurizio Billi 52
4) Carlos Ambrósio 50
5) Luca Seripieri 32
6) Guilherme Reischl 32
7) Marcio Mauro 29
8) Dominique Teysseyre 26
9) Tom Valle 20
10) Rouman Ziemkiewicz 19
11) Rodolfo Toni 19

GT3 Cup 3.8
1) Paulo Totaro 74 pontos
2) Chico Horta 65
3) Patrick Choate 62
4) André Gaidzinski 48
5) Marco Billi 46 6) Sangho Kim 41
7) Nelson Monteiro 36
8) Alexandre Auler 35
9) Alan Turres 32

Presença MICHELIN é destaque na 2ª Etapa da Porsche GT3 Cup

Fonte da informação: Jornalista Luis Ferrari (Assessoria de imprensa da Porsche Cup)

Presença do Carro MICHELIN é destaque na 2ª Etapa da Porsche GT3 Cup realizada no Autódromo de Interlagos em São Paulo neste sábado (14/02/2018) com o nosso piloto Daniel Schneider que ganhou o 5º lugar na primeira prova do dia.

Os carros de corrida mais produzidos no planeta promovem em 2018 uma raríssima alternância de vencedores. Considerando as quatro divisões da Porsche Império Carrera Cup e Porsche Império GT3 Cup, apenas Sylvio de Barros repetiu vitórias na temporada.













Em todas as outras divisões foram quatro vencedores diferentes em quatro corridas. Não por acaso, os mais experientes competidores do grid figuram no topo das tabelas de pontos após um terço do campeonato de sprint realizado.

Kévin Estre conquista o recorde de volta mais rápida na Porsche GT3 Cup

Fonte da informação: Página de facebook da Porsche

6:56.4 minutos! O Piloto Kévin Estre da Porsche estabelece um novo parâmetro de referência para carros esportivos aprovados pela estrada, quebrando o recorde de volta mais rápida no circuito de nürburgring-Nordschleife na Alemanha.

O Porsche 911 GT3 RS estabeleceu um novo marco para carros esportivos aprovados pela estrada no circuito de Nürburgring-Nordschleife, na Alemanha. O piloto da Porsche Kévin Estre marcou 6: 56,4 minutos com o GT3 RS de 520 cv.

O tempo de volta do francês foi 24 segundos mais rápido do que o melhor tempo alcançado com o modelo anterior do GT3 RS. O piloto de desenvolvimento da Porsche, Lars Kern, dividia as funções de condução com Estre.










Seguindo o 918 Spyder e o 911 GT2 RS, o novo GT3 RS é o terceiro carro esportivo de produção da Porsche com tempo de volta registrado em menos de sete minutos na pista de corrida mais exigente do mundo, conhecida como o "Green Hell". O tempo foi medido em torno da volta de 20,6 km.

Porsche Império Carrera Cup corre em Interlagos no dia do aniversário da pista!

Com 14 vencedores diferentes na temporada, em 16 corridas, categoria chega em sua terceira etapa repleta de equilíbrio no dia dos 78 anos do circuito

"Surpresa!". Não poderia haver expressão melhor para usar no aniversário de 78 anos do autódromo de Interlagos em São Paulo (SP), comemorado em 12 de maio. Muito usado nessas datas comemorativas, o termo também representa bem a atual temporada de Porsche Império Carrera Cup. Afinal, tem sido sempre uma surpresa saber quem vai vencer cada corrida em 2018, tamanho o equilíbrio entre os pilotos. Então, neste sábado, justamente dia 12 de maio, a expectativa é por mais uma disputa surpreendente da categoria, em Interlagos.

Após duas etapas, o que não tem faltado é emoção. De 16 provas realizadas (sendo quatro em cada uma das quatro categorias), foram 14 vencedores diferentes. Nenhum competidor triunfou mais de uma vez na Carrera Cup 4.0, na Carrera Cup 3.8 ou na GT3 Cup 3.8.








A única exceção fica por conta da GT3 Cup 4.0, na qual Sylvio de Barros cruzou a linha de chegada na primeira colocação em três oportunidades – Tom Valle levou a outra disputa.

Com tamanho equilíbrio, não vão faltar grandes convidados para festejar o aniversário de Interlagos. Líder da Carrera Cup 4.0, Constantino Jr vem embalado pelo triunfo na última corrida, na capital paulista. Maior vencedor da história da categoria, ele quer se manter na ponta, mesmo com Marçal Müller, Miguel Paludo e Werner Neugebauer em seu encalço.

Na Carrera Cup 3.8, a disputa também está acirrada. Primeiro colocado do Junior Program, Vitor Baptista lidera a categoria. Mas o já experiente Fernando Fortes tem apenas quatro pontos de desvantagem – ele está na frente na Carrera Cup 3.8 Sport. Logo atrás, aparecem Marcus Vario, Gaetano di Mauro e Marcel Coletta.

Enquanto Sylvio de Barros tenta reinar na GT3 Cup 4.0, com Adalberto Baptista, Maurízio Billi e Carlos Ambrósio prontos para entrar na festa, Paulo Totaro quer se manter na frente na GT3 Cup 3.8. Vitorioso em Interlagos na última etapa, ele pretende festejar novamente para abrir mais vantagem no primeiro lugar.

Recheada de emoção, a Porsche Império Carrera Cup não poderia ficar fora das comemorações em Interlagos. Desde os primórdios da categoria, em 2005, já são mais de 50 etapas no circuito. E muitas outras virão.

No meio de tanta surpresa programada para o dia 12, uma coisa é certa: não vai faltar festa com champanhe no pódio.

Os treinos classificatórios para a terceira etapa da Porsche Império Carrera Cup acontecem na sexta-feira, com transmissão ao vivo pelos canais oficiais da categoria (site, Facebook e Youtube). Já as corridas ocorrem no sábado, com transmissão ao vivo pelo SporTV e por streaming nos canais da categoria.

Os vencedores na temporada 2018:

- Carrera Cup 4.0 – Quatro vencedores: Marçal Müller, Werner Neugebauer, Miguel Paludo e Constantino Jr
- Carrera Cup 3.8 – Quatro vencedores: Marcus Vario, Vitor Baptista, Gaetano di Mauro e Fernando Fortes
- GT3 Cup 4.0 – Dois vencedores: Sylvio de Barros (3) e Tom Valle
- GT3 Cup 3.8 – Quatro vencedores: Chico Horta, Marco Billi, Paulo Totaro e Alan Turres

Cronograma (atividades oficiais):
Sexta-feira, 11 de Maio
13:30 – 14:15 – Treino livre 1 – CARRERA CUP
14:25 – 15:10 – Treino livre 1 – GT3 CUP
15:30 – 15:45 – Classificação – CARRERA CUP 3.8
15:55 – 16:10 – Classificação – CARRERA CUP 4.0
16:20 – 16:35 – Classificação – GT3 CUP 3.8
16:45 – 17:00 – Classificação – GT3 CUP 4.0

Sábado, 12 de Maio
9:00 – 9:32 – Corrida 1 (25 min + 1 volta) – CARRERA CUP
9:48 – 10:20 – Corrida 1 (25 min + 1 volta) – GT3 CUP
14:00 – 14:32 – Corrida 2 (25 min + 1 volta) – CARRERA CUP
14:50 – 15:22 – Corrida 2 (25 min + 1 volta) – GT3 CUP
15:42 – 17:12 – Porsche Experience

Werner Neugebauer vence a primeira, Lico Kaesemodel a segunda, e Marçal Müller reassume a liderança na Carrera Cup 4.0 em Interlagos

Nelson Monteiro arrebata as duas provas na GT3 Cup 3.8; Gaetano di Mauro e o líder Vitor Baptista prevalecem na Carrera Cup 3.8; Tom Filho e Tom Valle vencem pela GT3 Cup 4.0

O 78º aniversário de Interlagos foi festejado em grande estilo pelos carros de corrida mais produzidos no planeta. A terceira etapa do campeonato de sprint da Porsche Cup Império foi marcada por muitos pegas nas quatro corridas. Numa das mais belas disputas da tarde, pela GT3 Cup 3.8, três carros lutaram pela vitória nas duas últimas voltas, coroando o dia de provas. Fora do cenário de disputa também sobrou adrenalina, com a visita do vocalista da banda britânica Iron Maiden, Bruce Dickinson, experimentando um dos carros 3.8 durante mais de 40 minutos no intervalo entre as provas da manhã e da tarde.






Na Carrera Cup 4.0 foram duas vitórias de ponta a ponta, primeiro de Werner Neugebauer e depois de Lico Kaesemodel. Assim como os pilotos da RCHLO e da Shell, Ricardo Baptista saiu da etapa com 36 pontos como os principais pontuadores da jornada. Mas a liderança trocou de mãos: Constantino Junior foi ultrapassado por Marçal Müller.

Após metade do campeonato, apenas dez pontos separam os quatro primeiros colocados (Marçal, Constantino, Werner e Miguel Paludo). Na Carrera Cup 3.8 a liderança permanece com Vitor Baptista, o único piloto do grid com 100% dos pódios em 2018. Graças a uma ultrapassagem na primeira volta, ele venceu a segunda corrida praticamente de ponta a ponta -assim como fizera Gaetano di Mauro na prova da manhã. O vencedor do Junior Program acumulou 36 pontos em Interlagos, mas o competidor da Academia Shell Racing saiu da etapa como maior pontuador, ao somar 38 e assumir a terceira posição no campeonato. A vice-liderança é do ítalo-panamenho Marcus Vario, outro representante do programa de desenvolvimento de talentos da Porsche Cup.

Por pouco Tom Valle não arrebatou as duas provas da GT3 Cup 4.0. O competidor do carro #99 vinha na liderança quando pegou fluido deixado por outro carro na pista e escapou no final da primeira corrida. Tom Filho agradeceu e saiu com o troféu de primeiro lugar em sua estreia com os novos carros da geração 991/2. Na segunda prova, o carro #99 não deixou escapar o triunfo. De quebra, saiu de Interlagos como o maior pontuador da categoria (com 36 tentos).

Na GT3 Cup 3.8 o grande destaque foi Nelson Monteiro. Ele "gabaritou" a etapa, triunfando nas duas provas. E a segunda vitória foi épica, conquistada em disputa acirradíssima com Marco Billi e Patrick Choate nas duas últimas voltas. Apesar de não terem vencido desta vez em São Paulo, Sylvio de Barros e Paulo Totaro, que chegaram à etapa como líderes dos campeonatos da GT3 Cup 4.0 e GT3 Cup 3.8, respectivamente, mantiveram o topo das tabelas de pontos com suas performances. A próxima reunião da Porsche Cup Império é a etapa internacional de 2018, a ser disputada no moderníssimo circuito argentino de Termas de Río Hondo nos dias 8 e 9 de junho.

As corridas
Carrera Cup 1

A largada da primeira etapa do fim de semana ocorreu sem qualquer problema. Com os pilotos respeitando as linhas, quase não houve alteração entre os primeiros colocados. Na Carrera Cup 4.0, Werner Neugebauer seguia na ponta, seguido por Marçal Müller, JP Mauro e Lico Kaesemodel. Na Carrera Cup 3.8, Gaetano di Mauro segurou a liderança, com Murilo Coletta e Eloi Khouri logo atrás.

Pouco tempo depois, os dois primeiros já alcançavam o fim do pelotão dos carros 4.0. Murilo atacou Gaetano, mas a manobra não deu o resultado esperado. Murilo bloqueou uma das rodas, então Luca Seripieri, da 4.0, e Eloi acabaram atingidos. Quase ao mesmo tempo, Ricardo Baptista foi para cima de Lico Kaesemodel para chegar ao quarto lugar.

Com cinco minutos de prova, Werner Neugebauer seguia bem na ponta da Carrera Cup 4.0. Já na 3.8, uma boa disputa pela liderança entre Gaetano di Mauro e Marcel Coletta. Logo atrás, Marcus Vario apenas observava e se preparava para tentar dar o bote. Em quarto na classe, Rodrigo Mello estava na liderança da Sport. Com Werner com 1s5 de vantagem em cima do segundo colocado Marçal Müller na 4.0, a disputa mais acirrada estava pelo quinto posto, entre Lico Kaesemodel e Miguel Paludo.

Enquanto isso, na 3.8, Gaetano ainda conseguia segurar o trio de vencedores do Junior Program: Marcel Coletta, Marcus Vario e Vitor Baptista. Logo atrás, também na disputa, vinham Enzo Elias, Rodrigo Mello e Bruno Baptista. Ao fim da reta de largada, Vitor Baptista e Enzo Elias conseguiram superar Vario. Em seguida, Rodrigo Mello também ultrapassou o adversário.

Já Vitor Baptista, ao disputar posição com Marcel Coletta, arriscou manobra por fora e saiu da pista, perdendo o terceiro posto para Enzo Elias no processo. Com pouco mais de oito minutos para o fim, em disputa pelo primeiro lugar da classe Sport da Carrera Cup 3.8 entre Fernando Fortes e Rodrigo Mello, o segundo perdeu a freada ao fim da reta principal e acabou batendo na barreira de pneus. Com cinco minutos para o fim da prova, Werner Neugebauer seguia com tranquilidade na ponta da Carrera Cup 4.0, seguido por Marçal Müller e JP Mauro. Este último começava a sofrer pressão de Ricardo Baptista.

Gaetano ganhou fôlego na Carrera Cup 3.8, deixando as principais disputas entre os pilotos que vinham na sequência. Com pouco menos de dois minutos para o fim, ao defender o terceiro lugar, JP Mauro rodou no S do Senna. Acabou ultrapassado por Ricardo Baptista, Lico Kaesemodel, Miguel Paludo, Pedro Queirolo, Daniel Schneider e Constantino Jr.

Ao fim da prova, Werner Neugebauer passou a ter dificuldades com o carro, sendo muito pressionado. Mesmo assim, confirmou a vitória na Carrera Cup 4.0, seguido por Marçal Müller, Ricardo Baptista, Lico Kaesemodel e Miguel Paludo. Na 3.8, o triunfo foi de Gaetano di Mauro, com Marcel Coletta, Enzo Elias, Vitor Baptista e Marcus Vario logo atrás.

GT3 Cup 1

Em uma largada sem incidentes, o destaque ficou com Rodolfo Toni. O piloto pulou da sexta para a terceira posição. Mais à frente, o pole position Tom Valle e o segundo colocado Tom Filho, mantiveram suas posições de largada. Na GT3 Cup 3.8, Chico Horta largou na pole e manteve o posto até o fim da reta oposta, quando caiu para último. Nelson Monteiro assumiu a ponta e cruzou a primeira volta liderando o pelotão da GT3 Cup 3.8.

No início da segunda volta, Tom Valle já tinha uma diferença maior de um segundo para Tom Filho, que era muito pressionado por Rodolfo Toni na GT3 Cup 4.0. A pressão foi tanta que Rodolfo ultrapassou Tom Filho no início da terceira volta, indo à caça de Tom Valle. Pela GT3 3.8, na metade da prova, Nelson Monteiro sustentava confortável vantagem para Marco Billi que, por sua vez, sofria enorme pressão de Alan Turres. Na GT3 4.0. Adalberto Baptista, que fazia boa prova, acabou rodando na saída do Bico de Pato, dando adeus a disputa ao pódio.

Faltando poucas voltas para o fim da prova, uma reviravolta aconteceu. Alan Turres pressionava Marco Billi na briga pela segunda posição da GT3 3.8, quando acabou rodando na curva da Junção, abandonando a corrida. Marco Billi sentiu-se aliviado apenas por alguns metros. Na curva seguinte, perdeu o controle do carro e também rodou, deixando a briga pela vitória.

Pela GT3 4.0, Tom Valle tinha ampla vantagem, porém, faltando apenas quatro minutos para o fim da prova, o piloto do carro #99 acabou saindo da pista na descida do lago, jogando fora a vitória que era certa. O triunfo seria de Rodolfo Toni, mas não foi o que aconteceu. Na volta seguinte, ele acabou rodando e saindo da pista abrindo caminho para Tom Filho vencer a corrida, seguido por Sylvio de Barros, que ultrapassou Maurizio Billi na última volta e faturou o segundo lugar. Completaram o pódio Tom Valle em quarto lugar e Guilherme Reischl em quinto.

Pela GT3 3.8, a vitória ficou com Nelson Monteiro, seguido por Paulo Totaro, Marco Billi, Patrick Choate e Chico Horta, em bela corrida de recuperação. Depois da bandeirada, os fiscais de pista observaram que havia fluidos despejados por alguns carros em mais de um trecho da pista, o que foi apontado como a provável causa das rodadas que movimentaram a prova em sua parte final.

Carrera Cup 2

Com a inversão de quatro posições no grid de largada, Lico Kaesemodel largou na pole position na segunda prova do dia na Carrera Cup 4.0, seguido por Ricardo Baptista, Marçal Müller e Werner Neugebauer. Enquanto isso, na Carrera Cup 3.8, foram cinco colocações. Assim, Marcus Vario começou na frente, com Vitor Baptista, Enzo Elias, Marcel Coletta e Gaetano di Mauro na sequência.

Na largada, Lico Kaesemodel segurou a pressão de Ricardo Baptista e se manteve na ponta. Miguel Paludo pulou para o terceiro posto. Já na Carrera Cup 3.8, depois de uma volta, Vitor Baptista vinha na frente, seguido por Marcus Vario e Marcel Coletta. Rodrigo Mello e Matheus Coletta se tocaram logo depois da largada e ficaram pelo caminho. Depois dos cinco primeiros minutos de prova, a Carrera Cup 4.0 tinha no top 5: Lico Kaesemodel, Ricardo Baptista, Miguel Paludo, Werner Neugebauer e Constantino Jr.

Já na Carrera Cup 3.8, Marcel Coletta, Bruno Baptista, Gaetano di Mauro, Murilo Coletta e Enzo Elias faziam uma bela disputa pelo terceiro posto. Na frente, vinham Vitor Baptista e Marcus Vario. Com menos de dez minutos para o fim, Werner Neugebauer e Miguel Paludo disputavam o terceiro posto na Carrera Cup 4.0. Naquele momento, Werner vinha na frente. A mesma posição era objeto de batalha intensa na classe 3.8, ainda entre Marcel Coletta, Bruno Baptista, Gaetano di Mauro, Murilo Coletta e, depois, Fernando Fortes, o líder da Sport. Até que na curva do Laranja, Gaetano se aproveitou e superou Bruno.

Nos minutos finais, Miguel Paludo deixou Werner Neugebauer para trás em ultrapassagem por fora no S do Senna na Carrera Cup 4.0. Na Carrera Cup 3.8, Gaetano di Mauro superou Marcel Coletta, que também foi ultrapassado por Bruno Baptista. Após tanta disputa, Lico Kaesemodel venceu a prova na Carrera Cup 4.0, seguido por Ricardo Baptista, Miguel Paludo, Werner Neugebauer e Constantino Jr. O triunfo na 3.8 foi de Vitor Baptista, com Marcus Vario, Gaetano di Mauro, Marcel Coletta, Murilo Coletta, Bruno Baptista e Fernando Fortes, vencedor da Sport, em seguida.

GT3 Cup 2

Rouman Ziemkiewicz largou na pole position por conta da inversão de seis posições no grid da GT3 Cup 4.0. Mas Tom Valle, que saiu em terceiro, logo pulou para a primeira posição. Na classe 3.8, o primeiro lugar era de Patrick Choate – foram quatro posições de inversão. Mas também não segurou a dianteira, uma vez que Paulo Totaro subiu para a liderança. Após os cinco primeiros minutos de prova, Tom Valle começava a abrir vantagem na ponta da GT3 Cup 4.0. Adalberto Baptista, Guilherme Reischl e Márcio Mauro vinham atrás em bela disputa.

Líder do campeonato na categoria 3.8, Paulo Totaro seguia em primeiro, com Patrick Choate e Marco Billi em sua cola. Pouco tempo depois, Marco superou os dois adversários para liderar a disputa, com Choate atrás. Depois de largar em primeiro e cair no pelotão, Rouman Ziemkiewicz passou a se recuperar. Logo superou Guilherme Reischl e Márcio Mauro para alcançar o terceiro posto na GT3 Cup 4.0. Mas a seguir Ziemkiewicz foi ultrapassado por Reischl e Rodolfo Toni.

Na na classe 3.8, a briga era pelo primeiro lugar, com Patrick Choate se aproveitando de uma breve queda de rendimento de Marco Billi para assumir a ponta. Com menos de três minutos para o fim, Paulo Totaro e Alan Turres disputavam o terceiro lugar. Após um toque entre eles, Totaro levou a pior. Alheio às disputas no restante do pelotão, Tom Valle manteve a liderança até o fim na GT3 Cup 4.0 para sair com a vitória. Adalberto Baptista, Rodolfo Toni, Guilherme Reischl e Tom Filho completaram o top 5.

Já na GT3 Cup 3.8, ainda houve tempo por uma eletrizante briga na liderança, com Marco Billi chegando ao primeiro lugar com duas voltas para o fim. Nelson Monteiro veio na sequência, deixando Patrick Choate em terceiro. Fim de prova? Que nada. Nelson Monteiro ainda ultrapassou Marco Billi na última volta para fechar com a vitória e 100% no sábado. Os três foram seguidos por Alan Turres e Paulo Totaro para fechar os cinco melhores colocados. Turres depois foi punido pelos comissários desportivos, e a posição entre os quarto e quinto colocados acabou invertida na classificação oficial da prova.

O que eles disseram:

"A última corrida foi fantástica, de conquista de posições. Foi uma baita prova, com um aproveitamento fantástico. O dia foi maravilhoso, muito bom"
Nelson Monteiro

"Na primeira corrida, eu consegui largar bem, imprimi um forte ritmo no início e, no fim, o carro acabou perdendo rendimento. Na segunda, eu não fiz uma boa largada tão boa, mas consegui me posicionar bem, ultrapassei o Miguel (Paludo) e fiquei em terceiro lugar. Mas novamente o carro acabou perdendo rendimento. Tentei segurar, pois não tinha sentido forçar mais. Acho que foi um bom fim de semana para o campeonato"
Werner Neugebauer

"Na primeira bateria, o carro não era tão bom. No intervalo entre as duas provas, mudamos tudo, alteramos bastante o carro. Sentei com o Thiago (Meneghel, estrategista) e os engenheiros. Eles falaram que o carro tinha de ser bom ou ia escapar tudo no fim (risos). Consegui preservar os pneus, ter um carro equilibrado até o fim. Estou muito feliz"
Lico Kaesemodel

"Estou muito feliz com meu desempenho neste ano, começamos muito bem. Tivemos uma segunda etapa não muito boa e um grande susto no classificatório da terceira. Acabei fazendo conseguindo um segundo lugar na primeira corrida e um sexto na segunda. Erramos o acerto do carro, mas o importante é ser líder do campeonato. Já foi 50% da disputa, então, agora é focar nas próximas etapas, que são em pistas que eu adoro, e tentar fazer bons pontos na luta pelo título"
Marçal Müller

"Foi muito bom. Nessa segunda corrida, fui acertado no início e desalinhou um pouco meu carro. Então, tive de planejar, atacar aos poucos. Segurei os pneus e fui para cima depois. Valeu pelo fim de semana fomos os maiores pontuadores. Estou muito feliz"
Gaetano di Mauro

"Estou bem feliz com a pontuação e o resultado geral das corridas. Esses 35kg de lastro dificultam demais o acerto, mas estamos conseguindo driblar isso, acertar o carro e tomar as melhores decisões para marcar bons pontos para o campeonato"
Vitor Baptista

"Foi bom demais, o carro é muito bom para guiar, um pouco mais arisco. A turma aqui (na GT3 Cup 4.0) briga mais para ceder a posição. Estou muito feliz, não imaginava chegar ganhando e fazer outro pódio. Estou muito feliz"
Tom Filho

"Na primeira corrida, dei azar, um retardatário rodou na minha frente, fui desviar e acabei rodando. É difícil digerir isso. Mas na segunda, deu tudo certo: larguei bem, assumi a ponta e, depois, só controlei a distância"
Tom Valle

"Infelizmente, não consegui fazer a primeira etapa. Mas tem os descartes, vamos ver. Estou tentando ir para Termas de Río Hondo, talvez eu não consiga fazer. O campeonato fica um pouco comprometido, mas se a gente for para lá e terminarmos bem, ficamos fortes na briga pelo título".
Ricardo Baptista

"Para mim, é até certo ponto surpreendente estar em segundo lugar no campeonato. Eu não tenho sido rápido nos treinos, tenho sofrido muito pela falta de treinamentos. Sinto dificuldades na leitura dos pneus e, por consequência, no setup do carro. Por isso, ando melhor na segunda corrida. Tem sido uma constante evolução durante o fim de semana. Só tenho de valorizar essa segunda colocação, estamos vivos. Vamos ver no que vai dar"
Constantino Jr

"Nos classificamos em sétimo para a primeira corrida e não foi o que queríamos. Erramos no acerto do carro no treino classificatório e acabamos largando em sétimo. Meu carro estava muito dianteiro na primeira prova e só piorou durante a corrida. Mesmo assim, chegamos em quinto. Mudamos completamente o acerto do carro para a segunda prova, consegui uma largada muito boa, caí para terceiro e, no meio da disputa, o Werner (Neugebauer) estava mais rápido e me passou. Fiquei seguindo ele e minha estratégia deu certo. Os pneus dele acabaram, consegui dar o troco. Nas últimas duas provas, era o carro mais rápido da pista, mas faltou tempo. Mas quinto e terceiro lugares foram bons resultados. O foco é sempre o campeonato, vamos focar nessa segunda metade agora"
Miguel Paludo

"O campeonato está muito disputado, estou focado e concentrado em conseguir bons pontos. Estou tentando ser mais conservador nas corridas, pensando sempre nos pontos. Acredito que estamos fazendo um bom campeonato, com a ajuda da equipe e dos engenheiros. Nessa corrida, conseguimos um quinto e um segundo lugares. Penso que está ótimo"
Marcus Vario

"Foi uma etapa boa, fizemos muitos pontos para o campeonato. Estamos nos recuperando do prejuízo que tivemos em Curitiba. O carro não estava tão bom. Segurei o que eu podia. O saldo foi positivo"
Marcel Coletta

"Na primeira corrida, nosso carro era muito competitivo. Tenho certeza que teríamos um bom resultado, mas nos envolvemos em um toque. Foi inevitável, tivemos de abandonar. A segunda corrida foi de recuperação, largamos em último e chegamos em quinto. Mostramos nosso potencial, dá para melhorar mais"
Murilo Coletta

"No campeonato da Sport, estou indo bem, com 100% de aproveitamento. Na geral, fiquei com duas sétimas colocações. Na segunda prova, consegui chegar nos pilotos mais jovens. Estavam uns cinco pilotos andando no mesmo ritmo. Foi legal. Queria congratular eles. Foi uma disputa de alto nível"
Fernando Fortes

"Consegui fazer algo do segundo ao terceiro quartos da segunda corrida que não tinha feito nem em classificação. Tinha um carro muito bom, estava com confiança. No fim do terceiro quarto da prova, o carro deu uma traseirada e me segurei. Depois, deu outra. Depois, o Marco Billi e o Nelson Monteiro chegaram em mim e me ultrapassaram"
Patrick Choate

"Foi legal, estamos chegando no nosso objetivo, que é evoluir sempre, aprender cada vez mais. Este foi o fim de semana no qual tive mais disputas de posições, estou aprendendo a me defender. Teve muitas trocar de posições na corrida, foi muito bom para a minha evolução"
Marco Billi

“O clima aqui é ótimo, as pessoas se gostam. O nível de pilotagem está cada vez mais alto, com os pilotos se respeitando cada vez mais. Tive uma boa disputa com o Marco Billi, ele me ultrapassou, tentei devolver, mas não consegui. Fiquei desapontado com a disputa que me fez rodar na segunda corrida, porém. Vamos pra próxima"
Paulo Totaro

Resultados Corrida 1
Carrera Cup 4.0
1) Werner Neugebauer
2) Marçal Müller
3) Ricardo Baptista
4) Lico Kaesemodel
5) Miguel Paludo
6) Pedro Queirolo
7) Daniel Schneider
8) Constantino Jr
9) JP Mauro
Não completou:
Luca Seripieri

Carrera Cup 3.8
1) Gaetano di Mauro
2) Marcel Coletta
3) Enzo Elias
4) Vitor Baptista
5) Marcus Vario
6) Bruno Baptista
7)Fernando Fortes (S)
8) Pedrinho Aguiar
9) Matheus Coletta
Não completou:
Rodrigo Mello
(S) Eloi Khouri
(S) Murilo Coletta

GT3 Cup 4.0
1) Tom Filho
2) Sylvio de Barros
3) Maurizio Billi
4) Tom Valle
5) Guilherme Reischl
6) Rouman Ziemkiewicz
7) Adalberto Baptista
8) Carlos Ambrósio
9) Dominique Teysseyre
10) Márcio Mauro
11) Rodolfo Toni
12) Ramon Alcaraz

GT3 Cup 3.8
1) Nelson Monteiro
2) Paulo Totato
3) Marco Billi
4) Patrick Choate
5) Chico Horta
6) André Gaidzinski
7) Alexandre Auler
8) Anderson Faita
9) Sangho Kim
Não completou:
Alan Turres

Corrida 2
Carrera Cup 4.0
1) Lico Kaesemodel
2) Ricardo Baptista
3) Miguel Paludo
4) Werner Neugebauer
5) Constantino Jr
6) Marçal Müller
7) Pedro Queirolo
8) JP Mauro
9) Daniel Schneider
10) Luca Seripieri

Carrera Cup 3.8
1) Vitor Baptista
2) Marcus Vario
3) Gaetano di Mauro
4) Marcel Coletta
5) Murilo Coletta
6) Bruno Baptista
7) Fernando Fortes (S)
8) Pedrinho Aguiar
9) Eloi Khouri (S)
10) Enzo Elias
Não completaram:
Rodrigo Mello
(S) Matheus Coletta

GT3 Cup 4.0
1) Tom Valle
2) Adalberto Baptista
3) Rodolfo Toni
4) Guilherme Reischl
5) Tom Filho
6) Rouman Ziemkiewicz
7) Sylvio de Barros
8) Márcio Mauro
9) Dominique Teysseyre
10) Maurizio Billi
Não completou:
Carlos Ambrósio

GT3 Cup 3.8
1) Nelson Monteiro
2) Marco Billi
3) Patrick Choate
4) Paulo Totato
5) Alan Turres
6) Chico Horta
7) Alexandre Auler
8) Anderson Faita
9) André Gaidzinski
10) Sangho Kim
11) Ramon Alcaraz

Pontuações
Carrera Cup 4.0
Marçal Müller, 88 pontos
Constantino Jr., 83
Werner Neugebauer, 80
Miguel Paludo, 78
Lico Kaesemodel, 72
Ricardo Baptista, 72
Pedro Queirolo, 66
JP Mauro, 60
Daniel Schneider, 33
Luca Seripieri, 6
Eduardo Azevedo, 0

Carrera Cup 3.8
Vitor Baptista, 104 pontos
Marcus Vario, 94
Gaetano di Mauro, 91
Fernando Fortes, 83
Marcel Coletta, 82
Bruno Baptista, 62
Murilo Coletta, 57
Pedro Aguiar, 51
Enzo Elias, 44
Eloi Khouri, 32
Matheus Coletta, 32
Rodrigo Mello, 27
Kreis Jr. 24
Tom Filho, 12
William Starostik, 7

Carrera Cup 3.8 Sport
Fernando Fortes, 66 pontos
Eloi Khouri, 31
Rodrigo Mello, 29
Kreis Jr., 18
Tom Filho, 10

GT3 Cup 4.0
Sylvio de Barros, 111 pontos
Adalberto Baptista, 81
Maurizio Billi, 76
Guilherme Reischl, 60
Carlos Ambrósio, 59
Tom Valle, 56
Márcio Mauro, 44
Dominique Teysseyre, 41
Rodolfo Toni, 41
Rouman Ziemkiewicz, 41
Tom Filho, 34
Luca Seripieri, 32
Ramon Alcaraz, 5

GT3 Cup 3.8
Paulo Totaro, 108 pontos
Patrick Choate, 94
Francisco Horta, 89
Marco Billi, 82
Nelson Monteiro, 78
André Gaidzinski, 67
Sang Ho Kim, 55
Alexandre Auler, 54
Alan Turres, 44,
Anderson Faita, 17
Ramon Alcaraz, 5

Recorde de volta mais rápida é batido depois de 35 anos!

5:19:5 minutos! O Piloto Timo Bernhard quebra o ultimo recorde de Kévin Estre da Porsche e estabelece um novo parâmetro de referência de volta mais rápida no circuito de nürburgring - Nordschleife na Alemanha.

20 pole positions, 17 vitórias em corridas, 6 títulos em WC, 3 vitórias em Le Mans: O Porsche 919 Hybrid conseguiu tudo isso em apenas quatro anos. A lenda está agora fazendo uma última aparição. Como uma versão Evo. Sem limites. Livre de regulamentos LMP1. A missão: quebrar recordes, estimular o entusiasmo, agradecer - e até logo. Abram caminho para o últim o hurra da nossa estrela de Le Mans. O resultado foi um tempo de 5: 19,55 minutos a uma velocidade média de 233,8 km / h. Este é um novo recorde de circuito!

Porsche Cup homenageia 70º aniversário da Porsche

A quarta etapa do campeonato de Sprint da Porsche Império Carrera Cup celebrou o septuagésimo aniversário da marca responsável pelos carros de corrida mais produzidos n o planeta.

Para a produção da foto no S do Senna, uma das mais icônicas curvas de Interlagos, palco da etapa deste sábado, foram usados exatamente 70 carros, entre modelos de passeio e de competição. A formação corresponde ao selo festivo dos 70 anos da ma rca e seguiu rigorosamente as mesmas proporções gráficas. Na pista, o símbolo teve 53 metros de largura e 80 metros de extensão, com registros realizados por helicóptero e drone.

(Fonte da Notícia: Site da Porsche GT3 cup

As gêmeas Branca e Bia na Porsche GT3 Cup

O quadro Gêmeas na Á rea da Fox Sports, apresentado pela dupla do nado sincronizado Bia e Branca , mostra os detalhes que fazem dos pneus MICHELIN Porsche Cup N2, os mais eficientes para o uso nas ruas e nas pistas. Assista e veja como foi.

Temporada mais disputada e profissional da Porsche Império Carrera Cup tem sua penúltima etapa de sprint no Velo Città

Carrera Cup 4.0 tem os quatro primeiros colocados separados por apenas 10 pontos na tabela

A Porsche Império Carrera Cup está de volta ao Velo Città. Neste sábado (15), acontece a sexta etapa da temporada 2018. Presente desde 2012 no calendário da categoria dos carros de corrida mais produzidos do planeta, o moderno circuito fica em Mogi Guaçu (SP) e tem 3.288 metros de extensão.

É a penúltima jornada de sprint do ano, com pilotos e seus engenheiros chegando ao interior paulista de calculadora nas mãos - a partir de agora, as contas das pontuações com os dois descartes previstos em regulamento ganha relevância. Equilíbrio é a melhor palavra para definir a classe Carrera Cup 4.0. Werner Neugebauer lidera o campeonato com 122 pontos, apenas cinco de vantagem para o vice-líder Constantino Jr. e 10 a frente de Miguel Paludo e Lico Kaesemodel, terceiro e quarto colocados respectivamente.





Com os quatro primeiros colocados da tabela tão próximos, a certeza é de que teremos um fim de semana recheado de disputas emocionantes pela vitória -especialmente considerando que, com a aplicação dos descartes, há uma reviravolta no cenário, com Kaesemodel aparecendo em primeiro lugar.

Pela categoria Carrera Cup 3.8, a disputa segue intensa entre os dois primeiros colocados, ambos estreantes na categoria. Vitor Baptista, vencedor da primeira edição do Junior Program, é o líder com 133 pontos. Com duas vitórias na temporada, Gaetano di Mauro soma 127 pontos e segue na cola de Vitor. Assim como na Carrera Cup 4.0, quando aplicados os descartes, há inversão entre os dois.

Na GT3 Cup 4.0, o líder é Sylvio de Barros com 147 pontos, seguido por Adalberto Baptista e Maurizio Billi. Já na GT3 Cup 3.8, Paulo Totaro lidera com 146 pontos, com Francisco Horta e Patrick Chocate vindo na sequência. Os treinos classificatórios para a quarta etapa da Porsche Império Carrera Cup acontecem na sexta-feira, com transmissão ao vivo pelos canais oficiais da categoria (site, Facebook e Youtube). Já as corridas ocorrem no sábado, com transmissão pelo SporTV e por streaming nos canais da categoria.

O credenciamento de jornalistas para a etapa do Velo Città segue aberto até o dia 12 de setembro.

Porsche Império GT3 Cup Endurance Series chega à Goiânia para a segunda prova de longa duração da temporada

Prova na capital goiana terá 300km de duração, ou tempo limite de 2h45, e contará com pilotos e ex-pilotos de F1, F-Indy, Formula E, NASCAR, Stock Car, GP3 e outras

A categoria de carros de corrida mais produzidos no planeta volta às pistas neste sábado (13), para a disputa da segunda etapa da Porsche Império GT3 Cup Endurance Series, em Goiânia. Até o momento, 44 pilotos estão confirmados para a prova no Autódromo Internacional Ayrton Senna.









A expectativa é de que o público presencie novamente uma corrida muito equilibrada, com estratégias variadas e muita disputa pela vitória, como ocorreu na etapa de abertura da Endurance Series em Interlagos, quando a prova foi decidida nas últimas voltas e teve a vitória da dupla do carro #8, da dupla Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez.

A lista de inscritos para esta etapa conta com o estreante italiano Max Papis, ex-piloto de Fórmula 1 e Fórmula Indy, bem como o retorno do norte-americano Justin Allgaier, competidor da NASCAR. Além deles, retornam à categoria competidores que disputam os certames de acesso dos grandes campeonatos internacionais de carros de fórmula, como Matheus Iorio e Pedro Piquet. Também estão confirmados alguns pilotos que estão em evidência na Stock Car, casos de Ricardo Zonta e Cacá Bueno e do primeiro campeão mundial de Fórmula E, Nelson Piquet Jr.

A prova no Autódromo Internacional Ayrton Senna terá 300 km de duração, ou o tempo limite de 2h45. Após esse encontro, restará apenas uma etapa para ser disputada, em Interlagos (500 km).

Assim como aconteceu nos 300km de Interlagos, haverá venda de ingressos para o público que quiser acompanhar de perto as emoções da segunda etapa da Endurance Series. Para mais informações acesse o site: www.ingressofacil.com.br.

Na sexta-feira acontecem os treinos livres e a classificação. A corrida tem largada programada para as 15h10, no sábado, com transmissão ao vivo pelos canais SporTV. Os canais da Porsche Império GT3 Cup transmitem os treinos classificatórios e a corrida ao vivo.

Confira a lista de pilotos confirmados:
- Sylvio de Barros e Cacá Bueno
- Daniel Schneider e Nelson Piquet Jr.
- Miguel Paludo e Justin Allgaier
- Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez
- Adalberto Baptista e Rodrigo Baptista
- Pedro Queirolo e Vitor Baptista
- Carlos Ambrósio e Popó Bueno
- Tom Filho e Rodrigo Mello
- Ricardo Baptista e Nonô Figueiredo
- Luca Seripieri e Dennis Dirani
- Fernando Fortes e Pedro Piquet
- Dominique Teysseyre e Fabio Carbone
- Rodolfo Toni e JP Mauro
- Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta
- Tom Valle e Beto Gresse
- Enzo Elias e Max Papis
- Paulo Totaro e Renan Guerra
- Kreis Jr. e Pedro Aguiar
- Francisco Horta e William Freire
- Maurizio Billi e Marco Billi
- Patrick Choate e Marcelo Brisac
- Carlos Renaux e Matheus Iorio

Porsche Endurance Series fecha 2018 com prova de 500 km, grid qualificado e ingressos à venda em Interlagos

Prova que vai definir os campeões de endurance e overall tem inscrição de 69 pilotos, distribuídos em 31 carros

Depois de conhecer seus quatro campeões de sprint em Interlagos há duas semanas na preliminar do GP Brasil de F1, a Porsche Cup Império retorna ao tradicional autódromo para sua última prova de longa duração de 2018. Os 500 KM de Interlagos, com largada prevista para 14h10 deste sábado, vão definir os títulos de endurance e overall da temporada

A corrida terá até 4h30 de duração, com transmissão ao vivo pelo Sportv 3, portal Grande Prêmio e canais da Porsche Cup Império em mídias sociais. Estão à venda por R$ 30 ingressos com direito a visitação dos boxes por meio do site: www.ingressofacil.com.br.









Mais uma vez a expectativa é de uma prova emocionante, repleta de disputas e marcada pelo equilíbrio entre os 69 pilotos já confirmados para a disputa. Nas duas primeiras etapas de longa duração (em Interlagos e Goiânia), as provas foram decididas nos últimos metros, com as lutas pela vitória acontecendo tanto na pista quanto na busca pelas paradas de box mais precisas.

O equilíbrio é refletido na tabela de pontos. Na classe 4.0, a dupla da equipe RCHLO, formada pelo campeão de sprint da Carrera Cup 4.0, Werner Neugebauer, e Sérgio Jimenez aparece na liderança do campeonato, com 129 pontos. Logo atrás estão Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta com o carro Shell #63 somando 97. Já na categoria Endurance 3.8, Chico Horta (campeão de sprint da GT3 Cup 3.8) e Willian Freire lideram a competição, com 123 pontos. Maurizio e Marco Billi somam 104 tentos e aparecem na segunda posição.

A pontuação da classe 4.0 foi redistribuída após decisão do STJD retirar punição imposta ao carro #7 na corrida de 300 km de Interlagos. Na ocasião, a dupla Miguel Paludo/Beto Gresse recebeu a bandeirada em primeiro lugar, mas sofreu acréscimo de 20s ao seu tempo de prova com a vitória sendo atribuída ao carro #8. Com o carro patrocinado pela Brandt recuperando a vitória, Neugebauer/Jimenez foram reclassificados para segundo lugar na etapa.

Como é a corrida mais longa do ano e premia o carro vencedor com 116 pontos, são diversas as tripulações com chances de título nos campeonatos de endurance. O cenário para o campeonato overall também segue com diversas variáveis, mas quem desponta é Werner Neugebauer -ele é acompanhado de perto por Miguel Paludo e Lico Kaesemodel. Se triunfar no sábado, Werner será o primeiro a arrebatar os três títulos em disputa desde a adoção do regulamento com campeonatos de sprint, endurance e overall.

Marca registrada desde a primeira corrida de longa duração da Porsche Cup Império, vencida por Pedro Queirolo e Marcel Visconde, a lista de pilotos contará com grandes nomes do exporte a motor, incluindo donos de três campeonatos do mundo: Ricardo Zonta (FIA GT), Nelsinho Piquet (Fórmula E) e Lucas di Grassi (Fórmula E). A legião da Stock Car segue firme, representada pelo pentacampeão Cacá Bueno e por outros quatro títulos (Felipe Fraga, Marcos Gomes e o bicampeão Ricardo Mauricio) além de Sergio Jimenez e Bia Figueiredo. O italiano e ex-Nascar e F1 Max Papis veio dos EUA para correr em dupla com Enzo Elias, assim como o competidor regular da Nascar Xfinity Series Justin Allgaier para competir em parceria com Paludo.

Todos os campeões da Porsche Cup Império em atividade também estão confirmados no grid, com destaque para a geração “Junior Program”, composta por pilotos em idade para disputar a indicação brasileira para a fase global do processo seletivo da montadora em 2019.

A prova de encerramento terá 500 km de duração, ou o tempo limite de 4h30. Na sexta-feira acontecem os treinos livres e a definição do grid de largada, conforme as médias dos tempos de dois pilotos de cada carro.

No sábado, acontece a corrida com transmissão ao vivo do Sportv e dos canais Porsche Império GT3 Cup. A largada está prevista para 14h10.

Lista de inscritos:
4.0
Sylvio de Barros e Cacá Bueno
Beto Leite, Nonô Figueiredo e Gaetano di Mauro
Daniel Schneider e Nelson Piquet Jr
Miguel Paludo e Justin Allgaier
Werner Neugebauer e Sergio Jimenez
Adalberto Baptista e Rodrigo Baptista
Pedro Queirolo, Vitor Baptista e Fernando Fortes
Carlos Ambrósio e Popó Bueno
Ricardo Baptista e Lucas di Grassi
Luca Seripieri e Marçal Müller
Dominique Teyssere e Fabio Carbone
Rodolfo Toni e Danilo Dirani
Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta
Rouman Ziemkiewicz e Eloi Khouri
Eduardo Azevedo e Ricardo Mauricio
Marcel Coletta e Felipe Fraga
Murilo Coletta e Marcos Gomes
Enzo Elias e Max Papis
3.8
Sun Moodley, Andrew Culbert e Manogh Maharaj
André Gaidzinski e Kleber Barcellos
Tom Filho, Rodrigo Mello e João Gonçalves
Bruno Baptista e Bia Figueiredo
Paulo Totaro, Renan Guerra e Artur Ramos
Ramon Alcaraz e Marcio Mauro
Kreis Jr e Pedro Aguiar
Francisco Horta e William Freire
Maurizio Billi e Marco Billi
Eduardo Menossi e Enzo Bortoleto
Patrick Choate, Marcelo Brisac e Urubatan Jr
Carlos Renaux, Matheus Iorio e Nelson Monteiro
Matheus Coletta e Dennis Dirani

Acompanhe outros assuntos
em nossas redes sociais

/michelinbrasil

FOTOS E
VÍDEOS

FIQUE POR DENTRO
DAS COMPETIÇÕES

Cadastre-se para receber
as nossas novidades
das competições.

OBRIGATÓRIO
OBRIGATÓRIO
OBRIGATÓRIO
Cadastrar
SUCESSO
CADASTRO REALIZADO COM SUCESSO,
EM BREVE NOVAS NOTICIAS PARA VOCÊ!


CARROS
Catálogo Completo
Revendas
Manual do Proprietário
Utilitários
Catálogo Completo
Revendas
MOTOS
Catálogo Completo
Revendas
CAMINHÕES E ÔNIBUS
Catálogo Completo
Revendas
AGRÍCOLAS
Catálogo Completo
Revendas
FORA DA ESTRADA
Catálogo Completo
Revendas